PO LITERATURA :: Uma Noite Com Audrey Hepburn

0

Uma Noite Com Audrey Hepburn”, da autora Lucy Holliday, conta a história de Libby Lomax, uma aspirante a atriz que não queria trabalhar nesse ramo, mas é obrigada pela mãe e pela irmã atriz, Cass, que vive no mundo das celebridades. Como refúgio, ela assiste a filmes clássicos como “Bonequinha de Luxo”, da Audrey Hepburn. Em um dia péssimo no set de filmagens, ela passa a maior vergonha na frente de todos, inclusive do galã famoso Dillon O’Hara, desejado por todas. Como sempre, vai pra casa e assiste o filme da Audrey pela milésima vez, até que, de repente, a própria está do seu lado, vestindo seu clássico vestido preto e óculos vintage, e o melhor: dando altos conselhos para Libby. Será que ela vai enlouquecer de vez? Ou Audrey vai ajudar ela a passar pelos perrengues da vida de desempregada e dificuldade com a família?

Lado bom do livro: Começo com a pergunta: Como ler um livro e entender que a personagem vê Audrey Hepburn na sua casa? Lucy descreve de uma maneira simples, sem precisar falar de religião ou ser algo macabro. O fantasma – ou a ilusão – que Libby tem chega ao leitor de uma forma delicada, fazendo com que nem a autora, nem o leitor julguem as ‘visões’ da personagem. A gente apenas abraça a relação das duas e torce para que mais encontros delas aconteçam.

E falando em personagens, é adorável ver como a autora retratou Audrey. Ela fez a bonequinha de luxo ter detalhes marcantes e ainda ficou claro que ela deu uma boa pesquisada em sua vida para não contar mentiras.

A relação das duas protagonistas é linda de se ver, já que a Libby anda desmotivada, com a auto estima baixa e infeliz com a família e emprego, e a Audrey vem em boa hora, dando ótimos conselhos e mostrando para Libby que ela é capaz de realizar sonhos e fazer a vida dela mudar completamente. Basta acreditar em si mesma e ser a melhor versão de si.

Ainda seguindo em personagens, é nítido ver a evolução da Libby na relação com seu pai, que a abandonou para escrever um livro sobre celebridades do cinema. Mas com outros personagens ela já não teve a capacidade de amadurecer tanto assim.

Após a leitura, o livro dá aquela sensação de ‘se eu não tentar não vou conseguir. Então vou correr atrás’. É motivador, pois se eu ficar aqui parada, lamentando, vou conseguir o que? A personagem Libby não é esse tipo de pessoa, e a com a ajuda de Audrey ela vai correr atrás do que sonha.

Mas, definitivamente, a coisa que mais gostei nesse livro são as referências ao cinema e mundo pop. Além de ter a própria Audrey sendo retratada, ele fala o tempo todo de celebridades e filmes.

Um detalhe que me chamou a atenção é a capa do livro. Linda, de cor forte e com Audrey na capa, não pode ser mais delicada e bonita.

A leitura é bem leve e talvez isso leve ao lado ruim abaixo…

Lado ruim do livro: Não há um grande suspense na história. Nada de ficar roendo as unhas de ansiedade para saber aonde a história vai nos levar. As idas e vindas da personagem principal com seu ‘parzinho’ ficam um pouco maçantes, e isso também acontece na relação com o amigo, Olly. Eu entendo, já que a autora ainda está introduzindo um triângulo amoroso, mas isso faz a gente ficar com raiva dos personagens em algumas situações e esperar que algo mude.

O livro se torna clichê em vários momentos, então se você foge disso, talvez não consiga ler até o final.

Conclusão: Vale a pena a leitura, principalmente para quem gosta de Audrey Hepburn ou de cinema, no geral. E ele é o primeiro livro de uma trilogia, então dê uma chance porque mais histórias virão por aí!

O segundo livro é “Uma Noite Com Marilyn Monroe” e o terceiro “Uma Noite Com Grace Kelly”. A editora de todos é a Harper Collins.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Comentários desativados.

Facebook login by WP-FB-AutoConnect