PO LITERATURA :: Ainda Sou Eu

0

“Ainda Sou Eu” é o terceiro livro da trilogia de Jojo Moyes que conta a história de Louisa Clark, que chega em Nova York pronta para recomeçar a vida, confiante de que pode abraçar novas aventuras e manter seu relacionamento a distância. Ela é jogada no mundo dos super-ricos Gopnik — Leonard e a esposa bem mais nova. Lou está determinada a extrair o máximo dessa experiência, por isso se lança no trabalho e se insere na alta sociedade nova-iorquina, onde conhece Joshua Ryan, um homem que traz consigo um sopro do passado de Lou.

Enquanto tenta manter os dois lados de seu mundo unidos, ela tem que guardar segredos que não são seus e que podem mudar totalmente sua vida. E, quando a situação atinge um ponto crítico, ela precisa se perguntar: Quem é Louisa Clark? E como é possível reconciliar um coração dividido?

O lado bom do livro: A história tem muitos personagens novos, o que me agrada, por dar um cenário novo para o livro, mas também tem os antigos como Lily e Sam, além da família de Lou. Sam, inclusive, é uma importante peça para deslanchar certos trechos que nos deixa apreensivos e com raiva(!). Além de personagens novos, me agradou ter um novo local para imaginar, em pleno Central Park, em Nova York. Moyes é detalhista e conseguimos imaginar cada pessoa, cada roupa e cada expressão.

Neste cenário e com essas pessoas, Louisa continua bem humorada e super expressiva. Ainda se torna uma pessoa definitivamente madura sobre emprego, relacionamentos e sobre si. Mas sua vida é uma inconstante, são as reviravoltas a cada poucas páginas que me prendem à leitura. É uma dose de tensão e suspense que Moyes sabe fazer muito bem.

Will ainda está conectado a sua vida, dando conselhos e guiando seus passos para o que ela deve fazer de melhor.

O lado ruim: O começo é um pouco maçante e clichê, por isso, o leitor tem que avançar com fé na leitura (risos), para que comecem os dramas e as aventuras. Para quem não gosta de um drama, há um alto tom dele circulando pelas páginas desse livro. Vemos uma Louisa se que tornou em grandes momentos deprimida e pensativa, para só no finalzinho decidir a sua vida.

Conclusão: Considero este terceiro livro o melhor da trilogia, pois parece que a autora conseguiu desenvolver muito bem a história de Louisa e de sua família, além de dar um final que ela merecia. Moyes tem o dom de fazer os leitores ter empatia pelos personagens e entender seus conflitos. Por fim, o livro me passa uma mensagem de esperança. Na família, no trabalho, nas pessoas, no amor…

Afinal, Louisa soube muito seguir os conselhos de Will e dizer sim às coisas boas da vida.

Dica: O livro é da editora Intrínseca e pode ser adquirido na Saraiva online.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect