NOS CINEMAS:: As estreias de 19 de Julho

0

Confira os filmes que estreiam no Brasil em 19 de Julho de 2018:

Uma quase dupla
Direção: Marcus Baldini
Elenco: Tatá Werneck, Cauã Reymond
Gênero: Comédia
Quando uma série de assassinatos abala a rotina da cidade de Joinlândia, o calmo e pacato subdelegado Claudio (Cauã Reymond) receberá a ajuda da destemida e experiente investigadora Keyla (Tatá Werneck) nas investigações. No entanto, a diferença de ritmo e a falta de química dos dois só atrapalhará a solução do caso.

 

Ilha dos cachorros
Direção: Wes Anderson
Elenco: Bryan Cranston, Frances McDormand, Edward Norton
Gênero: Aventura
Atari Kobayashi é um garoto japonês de 12 anos que mora na cidade de Megasaki, sob tutela do corrupto prefeito Kobayashi. O político aprova uma nova lei que proíbe os cachorros de morarem no local, fazendo com que todos os animais sejam enviados a uma ilha vizinha repleta de lixo. Mas o pequeno Atari não aceita se separar do seu cachorro Spots. Ele convoca os amigos, rouba um jato em miniatura e parte em busca de seu fiel amigo. A aventura vai transformar completamente a vida da cidade.

Tio Drew
Direção: Charles Stone
Elenco: Kyrie Irving, Shaquille O’Neal, Chris Webber
Gênero: Comédia
Dax é um grande fã de basquete de rua, além disso, coordena seu próprio time amador. Ele decide gastar todas as suas economias para garantir a classificação da equipe em um campeonato no Harlem, Nova York. No entanto, após uma série de eventos desastrosos, ele perde o controle do grupo e precisa urgentemente formar uma nova equipe. Para resolver o problema, ele recruta uma grande lenda do esporte, o incrível Uncle Drew, que está aposentado há anos. Com um novo time repleto de setentões, Dax acredita que finalmente conseguirá alcançar uma vitória em sua carreira esportiva.

Egon Schiele – Morte e donzela
Direção: Dieter Berner
Elenco: Noah Saavedra, Maresi Riegner, Valerie Pachner,
Gênero: Cinebiografia
Jovem, talentoso, sedutor. Egon Schiele é um dos artistas mais provocativos de Viena no início do século XX. Sua vida e obra são impulsionados pelas mulheres que o cercam: Gerti, sua irmã e primeira musa. E Wally, seu grande amor de apenas 17 anos, imortalizada na famosa pintura `Morte e a Donzela´. Com seu estilo radical, Egon atrai artistas ousados como Gustav Klimt, mas causa um escândalo na sociedade local. Para defender sua arte, ele está disposto a sacrificar seu amor. E até sua vida.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect